Arquivo para YouTube

Três vezes Elvis

Posted in Vídeos with tags , , , on 19/08/2012 by Ilhota Rock Festival

Fãs do mundo inteiro prestaram suas homenagens a Elvis Presley no dia de ontem, 17 de agosto, por conta dos 35 anos da morte (será?) do Rei do Rock. Presto a minha com a publicação de três momentos cruciais na carreira do filho da dona Gladys.: o primeiro disco completo (1955), o especial para a TV Comeback (1968) e um dos últimos shows dele (junho de 1977).

Anúncios

Disco completo para ouvir e celebrar os 70 anos de Paul McCartney

Posted in Notícias do mundo rock with tags , , , on 23/06/2012 by Ilhota Rock Festival

O blog da Coluna Extra Escreveu bastante sobre Paul McCartney, motivado não só pela importância que o Beatle ainda tem para a música, mas também (e principalmente) pela passagem histórica dele por Florianópolis em abril. Espero que vocês entendam e curtam mais este post sobre Paul McCartney, desta vez com dois propósitos.

O primeiro: saudar os 70 anos que ele comemora nesta segunda-feira, dia 18.

O segundo: sugerir Band on the run, obra-prima de 1973 assinada por Paul e pelos Wings, como um dos discos completos que você pode ouvir no YouTube e que é uma boa pedida para esta noite/madrugada de sábado.

Ouça Band on the run.

Lançado a 1ª parte da trilogia da banda Etílicos e Sedentos

Posted in Cena catarinense with tags , , , on 09/06/2012 by Ilhota Rock Festival

Banda Etílicos e Sedentos lança a primeira parte da trilogia em vídeo clipe “homo chamaeleon sapiens” com a música “Nada Pra Mim”, que conta a história turbulenta e traumática de um jovem casal “a beira” da separação.

Assista aos vídeos no canal oficial da banda no youtube http://www.youtube.com/etilicosesedentos. Se gostar, compartilhe…

Discos completos para ouvir no sábado

Posted in Vídeos with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 07/06/2012 by Ilhota Rock Festival

Tocadiscos

É assim desde que o YouTube esticou a corda e acabou com o tempo limite de cada vídeo: dá para encontrar fácil até filmes inteiros num único link do site. Nos últimos dias tenho me aproveita dessa canja do YouTube para achar e compartilhar com meus amigos de Facebook discos completos de grandes nomes do rock. Estou trazendo a ideia da Coluna Extra e todo sábado vou publicar um dos discos completos que encontrar no YouTube.

Neste primeiro post da tag, vou embedar todos os que já compartilhei no Facebook e que ainda não foram “desentubados”, se é que vocês em entendem. Com uma boa internet e um cabo auxiliar para plugar o computador no 3 em 1, é diversão garantida – desde que você confie no meu gosto musical, claro.

The Last Waltz – The Band

Live at Wembley – Queen

The very best of The Jam – The Jam

Who’s next – The Who

Combat Rock – The Clash

The very best of Blondie – Blondie

The Traveling Wilburys Volume 1 – The Travelling Wilburys

Reggatta de Blanc – The Police

Harvest – Neil Young

The Jimi Hendrix Experience – Are You Experienced?

Born to run – Bruce Springsteen

Michael Jackson – Thriller

Rumuors – Fleetwood Mac

Pink Floyd – Dark Side Of The Moon

Led Zeppelin – Led Zeppelin III

The Beatles – The Beatles (White Album)

Me deixa ver seu Lado B – O Rock sem vergonha da Motel Overdose

Posted in Cena catarinense with tags , , , , , , , on 05/06/2012 by Ilhota Rock Festival

Capa do CD da banda Motel Overdose

Não resta dúvidas que a banda catarinense Motel Overdose faz jus ao nome. Ouvir seu disco de estreia (Motel Overdose, 2012), é mergulhar na atmosfera suja e rude de um filme B, daqueles em que overdoses em quartos de motel são cenas quase obrigatórias dentro do roteiro. O trio formado por Felipe Batata (guitarra e voz), M.Leonardo (baixo e voz) e Marcio Bicaco (bateria e voz) mostra ao longo das faixas por que está longe do bom mocismo que impera na música brasileira atual e é um dos principais representantes daquela perversa massa sonora do hard rock e heavy metal que há muito tempo carece de bons talentos.

A crueza e ferocidade da Motel Overdose aparece em faixas que soam como brutamontes espancando seus instrumentos em hinos triunfantes de hard rock, exemplo latente em músicas como “Pessoas Podres” e “Calendários de Oficina”. Já a sexy “Carne Quente” e a cáustica “Sangue, Pus ,Porra” soam exatamente como seus títulos sugerem. Baixo e bateria carregam o ritmo de maneira ferozmente sensual enquanto a guitarra oscila e quebra entre ondas ameaçadoras de distorção e vibrantes solos.

Mas o rock de alta gradação alcoólica da banda não poderia ficar apenas no lado esfumaçado e sombrio das (in)consequências geradas pela mesa de bar. Sobra também espaço para uma irreverência canalha, como na letra de “A Sua Irmã” ou na estranhamente deliciosa “Incesto e Suicídio”, em que a frase título é ironicamente descontextualizada ao longo de uma delicada melodia permeada de uma percussão bem mais calma que no restante do disco, e pela execução caprichada do guitarrista Felipe.

Outras duas pedradas complementam a paleta sonora explorada pela banda no disco. O clima de “Não Poderia ser Pior” transita entre uma calmaria atmosférica e rugidos eletrificados – o que de certa forma emula o sludge metal do Black Sabbath. Por último, na única faixa cantada em inglês, “Densidade”, o trio emplaca uma balada grunge que guarda semelhanças com bandas dos anos 90 como Screaming Trees e Afghan Whigs.

É justo dizer que o disco de estreia da Motel Overdose consolida a banda como uma contundente banda de bar, responsável por hinos rock pulsantes de punhos cerrados e com o foco claro em riffs certeiros. Passeando por gêneros como hard rock, punk, grunge, sludge e stoner, o lançamento de estreia dos caras consegue ser uma densa coleção de canções de rock carnais, com a palpitação e vigor de seus executores. Motel Overdose é rock violento, profano, e que, assim como um filme de Quentin Tarantino, também se delicia em humor negro, auto-ironia, e toques sacanas de maldade e surrealismo.

Marcelo Andreguetti, maio/2012

Links:

Dê um confere nos links da banda… é só clicar que o Ilhota Rock redireciona o caminho correto… sem medo pois somos contra essa onda de vírus. Ouça em volume alto!

Som Ao Vivo # 03 – Skrotes, Hangovers e Doutor Jupter

Posted in Bandas with tags , , , , , on 16/02/2012 by Ilhota Rock Festival

TVMB traz nesta semana três bandas muito especiais: todas fazem um som muito bom e duas têm em comum o fato de serem instrumentais. Os vídeos foram enviados pelas próprias, em apresentações que se destacam na carreira dos grupos.

Hangovers é um power trio instrumental de Porto Alegre, um grupo daqueles que a gente sempre quis formar na adolescência, quando sonhávamos em ser rockstars. São duas guitarras carregadas de distorção e uma bateria com pegada forte e direta. Não tem baixo, nem vocal, nem teclado. É o mais puro rock pesado, sem frescura. Formada por Liege Milk (bateria), Theo Portalet (guitarra) e Gabriel Lixo (guitarra), nada convencionais, tem influências como Melvins, Kyuss, Mudhoney, TAD, Helmet, Nirvana, QOTSA, Jon Spencer Blues Explosion e Sepultura, entre outros. Nesse vídeos eles tocam a música ‘Eis-me a transpirar tal qual um suíno’. Delicado, não?

Hangovers e Doutor Jupter

Os Skrotes (não confundir com a banda americana de nome parecido, eles não estão nem aí pra ela!) não são uma banda cover. De jeito algum! Eles são é uma mistura de jazz, rock, um pouco de reggae, alguns sintetizadores, uma boa dose de funk setentista e ritmos brasileiros. Essa salada resulta neles, “Os Skrotes”. Assista Chico Abreu (baixo), Igor de Patta (teclados) e Guilherme Ledoux (bateria) tocando ‘Arco da Velha’ . Uma banda que faz música instrumental por pura diversão!

Doutor Jupter é uma banda da roça, ou melhor, há 319 quilômetros da capital. A banda de rock com pitada de coutry surgiu em 2006 em Ribeirão Preto, mas logo os integrantes decidiram mudar-se para a “cidade grande” e conquistar espaço no concorrido mundo da música. São fortemente influenciados pelo rock nacional dos anos 80 como Legião Urbana e Raul Seixas. Apesar de serem uma banda de estrada, que sempre viveu da música e tem seus pés fincados no palco, decidiram explorar a internet e todos os seus recursos ao máximo. Formada por Ricardo Massonetto (voz, composições, violão, banjo e gaita), Marcio Gonzales (guitarra, banjo e violão), Dudu Massonetto (baixo e vocais), Mateus Briccio (bateria), eles tocam ‘Dois Mundos’ pra gente.

E vocês, gostam de bandas instrumentais? Deixem seus comentários e que automaticamente vocês estarão participando do sorteio de um CD do Doutor Jupter + EP do Hangovers. O resultado será divulgado no dia 23/02.

Filho encontra solo perdido de George Harrisson

Posted in Notícias do mundo rock with tags , , , on 11/02/2012 by Ilhota Rock Festival

A canção “Here Comes the Sun“, gravada para o aclamado álbum “Abbey Road” dos Beatles, e lançada em 1969, deixou de fora um solo de George Harrisson. Mas seu filho, Dhani Harrison, o encontrou.

Dhani estava no estúdio com o produtor George Martin quando descobriram, ouvindo o material das gravações da época, um solo que não foi incluso na edição final da famosa canção.

O vídeo, com pouco mais de dois minutos e meio, mostra o solo. Dhani Harrison comenta: “É totalmente diferente, eu nunca tinha ouvido”.

%d blogueiros gostam disto: