Nevermind completou 20 anos


Foi no dia 24 de setembro de 1991 que um dos discos mais importantes de todos os tempos saiu nos Estados Unidos. A banda, a Nirvana, lançava seu segundo álbum pela Geffen Records, ou melhor, a banda que havia saído da chuvosa Seatle, conseguia alcançar um patamar de sucesso a partir do estouro do primeiro single, Smells Like Teen Spirit.  Kurt Cobain e sua turma viraram coqueluche, virou moda, virou movimento, o grunge ganhava o mundo.

Claro que o Nevermind não foi somente um disco de uma música só. Todo o álbum é completo. O som pesado, melódico e objetivo fez muita gente achar que algo como o movimento punk dos anos 70 havia voltado. De fato, o grunge trouxe uma gama de excelentes bandas, mas o Nirvana foi aquela que carregou o fardo, o mesmo fardo que provavelmente levou Cobain ao suicídio em 1994, praticamente três anos depois do lançamento do álbum que o tornou um grupo rock , mas ao mesmo tempo pop.

Foi ainda em 1991 que eu ouvi Nirvana pela primeira vez. Em Rio do Sul não tínhamos muito acesso a música nova, só pelas rádios e quem podia, pela parabólica, já que a MTV, então com dois anos de programação no ar, era gratuita pela parabólica (o que deveria voltar). Claro que Smells Like Teen Spirit foi a primeira música que tive acesso, pois foi uma canção que ganhou as paradas na emissora. Alguns meses depois, eu ouvi o álbum inteiro, em vinil, na casa de um vizinho. Ai foi uma grande paixão. Tudo aquilo acontecendo no mundo e nós acompanhando o Nirvana. Mais uma vez digo, sem a internet, sem canais interativos, o que me restava era ficar vidrado nos noticiários musicais da MTV Brasil, que eram bons naquela época.

Hoje, 20 anos depois, o disco continua sendo uma grande referência para bandas que estão começando. A morte de Cobain só elevou a carreira do Nirvana ao status de mito, não só o próprio, mas sim tudo que foi feito na curta carreira discográfica da banda. Após Nevermind, na opinião de muitos, a banda deu uma decaída, pelo contrário, o Nirvana foi aquela banda que experimentou o sucesso de ser uma banda nas paradas, a pressão fez com que Cobain escrevesse músicas mais pesadas, sombrias, porém, Nevermind fica como uma referência do que vinha pela frente nos anos 1990 e tira aquele rótulo de que o rock morreu, a cada dez anos, como muitos jornalistas adoram falar.

Chupado do blog do nosso amigo do Mundo 47.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: