Como foi o show do Rush? Um show pra ninguém botar defeito


Show do Rush em São Paulo, feitas por DiegoEssas foram à primeira pergunta que fiz ao amigo Diego após o retorno da viajem da capital paulista.

Show do Rush em São Paulo, feitas por DiegoEles foram e voltaram deste que foi o mais prefeito e completo show já realizado este ano em terras brasileiras, talvez, o melhor de todas, na visão da galera ilhotense e membros do Clube do Rock que curtiram bem de pertinho, na pista VIP, o desempenho dos canadenses Geddy Lee (vocal), do guitarrista Alex Lifeson e pelo baterista e letrista Neil Peart em São Paulo, na última sexta-feira, no estádio do Morumbi o primeiro show de Rush no Brasil.

Show do Rush em São Paulo, feitas por DiegoDiego (o Mano), Eduardo Lamin e seu irmão (de sangue e de rock) Edgar (o Borguinha) testemunharam mais esse fato histórico e inédito. “O ponto épico do show pra mim foi a penúltima música, “La Villa Strangiato”, quando aquela “aranha transformer” que foi montada de luzes e “leisers” parece ter ganhado vida… desceu bem próximo ao palco e a estrutura em forma de patas, mexia-se e se contorcia toda…”, declarou Diego Siementkowski.

Show do Rush em São Paulo, feitas por DiegoO show que teve um público estimado em 40 mil pessoas, iniciou dentro da programação, na hora marcada, 21h30min, sem atrasos algum. “O show mais pontual que já vi na minha vida! Nem “Dani e Rafa” são tão pontuais assim.” Desta vez, o Rush repetiu com as mesmas “viagem” de decoração de palcos da última apresentação realizada no Brasil em 2002 com as famosas “máquina de lavar roupas”.Show do Rush em São Paulo, feitas por Diego Diego imaginava que desta vez seria uma coisa nova, algo diferente, como um “televisão de cachorro”, aquelas assadeiras de frangos, que toda esquina tem uma. “Não tinha a TV de cachorro… era as lavadoras de novo”. Mas ao invés de roupas sendo lavadas dentro da máquina, o diferencial era que o visor mostravam imagens psicodélicas. Deve ter sido do car*^~%$#o mesmo. “Foi fodão”.

Bem pessoal, pra gente só resta vibrarmos com a vinda de um DVD. Mas enquanto isso não acontece, resta-nos vermos e deliramos pelas fotos tiradas pelo nosso amigos e divulgadas no álbum do orkut do Diego (o Mano). Confiram as fotos neste link.

 

Rush no Brasil

A primeira visita do Rush ao Brasil aconteceu em 2002 com três apresentações do trio canadense por nossas terras. Foram shows em três diferentes capitais, começando por Porto Alegre,Rush Brasil DVD passando por São Paulo e encerrando a turnê do álbum Vapor Trails no Rio de Janeiro, que ainda foi lançado em DVD, sendo um absoluto sucesso de vendas e crítica.

Rush in Rio é um DVD/CD da banda, gravado durante a apresentação do dia 23 de Novembro de 2002 no Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, exceto “Between Sun & Moon”, gravado em Phoenix, EUA, no Cricket Pavilion em 27 de setembro de 2002, e “Vital Signs”, gravado na cidade de Quebec, Canadá em 19 de Outubro de 2002. Foi lançado em 21 de Outubro de 2003.

 

Vida longa ao rock and roll.

Escrito por Dialison Cleber Vitti, membro do Clube do Rock, um dos organizadores do Ilhota Rock Festival e Assessor da Juventude da prefeitura de Ilhota. Seu endereço para as redes sociais é o email dialison@gmail.com.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: