Biografia de Amy Winehouse


Biografia de Amy WinehouseEm comemoração ao aniversário de uma das artistas mais contundentes e polêmicas da atualidade, foi lançado o livro Amy Winehouse: Biografia, de Chas Newkey-Burden. A cantora e compositora inglesa é uma das poucas unanimidades de público e crítica na história da música. Do anonimato à fama caótica.

Do anonimato à fama caótica

Dia 14 de setembro, Amy Winehouse completou apenas 25 anos. Apesar da pouca idade, já produziu dois álbuns extremamente sofisticados – Frank e Back to Black. No primeiro, lançado em 2003, a predominância da sonoridade jazzística faz jus ao título em homenagem a Frank Sinatra.

Amy WinehouseJá no segundo, de 2007, o jazz mistura-se ao soul e recebe vários prêmios, entre eles cinco categorias do Grammy. Além de ter f ascinado os intelectuais da mídia especializada com seu estilo clássico, Amy vendeu milhões de discos no mundo inteiro e conquistou uma legião de fãs.

Apesar da voz impressionante e da musicalidade de altíssimo nível, a qualidade artística da cantora inglesa vem sendo ofuscada por problemas pessoais. Em 2007, escândalos, drogas, depressão e bulimia começaram a prejudicar sua performance nos palcos e despertaram o interesse dos tablóides. Depois de Britney Spears, Paris Hilton e Kate Moss, Amy Winehouse é a nova obsessão da imprensa. A biografia escrita pelo jornalista britânico Chas Newkey-Burden nos conta não só dos “pé na jaca” da cantora, mas também da época de anonimato, das influências e das escolas artísticas que a formaram.

Amy WinehouseO livro começa a traçar a história de Amy a partir de sua família. Seus tios tinham uma banda de jazz e seu pai adorava Frank Sinatra, Thelonious Monk e Ella Fitzgerald; “aprendi a cantar ouvindo Ella”, diz Amy na biografia. Com 14 anos, a inglesinha ganhou sua primeira guitarra – uma Fender Stratocaster. Desde então, começou a tocar, compor e cantar. Nesta época, ganhou uma bolsa de estudos na Sylvia Young Theatre School, mas foi convidada a sair por mau comportamento. Mais tarde, ingressou na BRIT Performing Arts & Technology School, mas também não durou muito. Até hoje, ela nunca se adequou à instituição alguma.

O ex-Beatle George Harrison e Amy WinehouseCom a gravação do segundo disco, a fama caótica tem início. Toda a classe de seu penteado Brigitte Bardot e o charmoso estilo retrô destoam de seu comportamento problemático. No início da carreira, Amy aparecia nos palcos apenas levemente embriagada para amenizar a timidez. Hoje, alguns shows acabam sendo cancelados minutos antes da apresentação ou com a cantora entorpecida ainda no palco. Até seu marido Blake Fielder-Civil ser preso, o casal era freqüentemente registrado em brigas homéricas. Certa vez, o gerente de um hotel que os hospedava chegou a chamar a polícia por causa da gritaria. As autoridades encontraram o casal ensangüentado e com as roupas rasgadas.

Um escândalo por dia, magreza, overdose. E quase esquecem da música de Amy Winehouse, uma arte que nunca foi menos do que fantástica.

Amy Winehouse: Biografia

  • Autor: Chas Newkey-Burden
  • Gênero: Biografia
  • Número de páginas: 208
  • Formato: 13, 7 cm x 20,8 cm
  • Preço Médio: R$19,90
  • ISBN: 978-85-250-4580-5

Chupado da rede!

Uma resposta to “Biografia de Amy Winehouse”

  1. Joao Paulo Silva da Costa Says:

    uma verdadeira diva, onde uma garota judia com uma voz marcante, semelhante a das cantoras negras dos anos de 1970 e 80, sua capacidade vocal bateu qualquer outra diva, ate mesmo a rainha do pop Lady Gaga nao tem sua voz comparada a de Amy.E a ela eu, nunca direi adeus , mas sim um ate logo, pois saibam que Amy nunca partira deste planeta, pois sua voz sempre estara presente em sua legiao de fas.Nao ha oque se falar a respeito da autora da musica heab, so se da pa diser uma coisa, que todo o mundo conhece se for para comparar a autora, simplismente digam, Amy Winehouse, e tenham certesa que so o seu nome e algo forte e imponente, pois neste seculo nenhuma cantora fez oque ela conseguiu.Trazer,ressucita e inovar um estilo musical, e no caso dela o jazz, e o blues.
    Nunca dexarei de elogiar aquela cantora que nunca me negou um “trago” de sucego, nunca direi adeus para alguem que me aolheu fora deste mundo hipocrita, aonde eu estivesse ela estava la, sendo no cassino de Las Vegas ou seja no putero do beco la de casa.Morte nao,ressugir sim.
    A legiao de fas de Amy Winehouse nunca a deixara.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: