Mais que mil palavras


A revista Trip elaborou e o Ilhota Rock divulgou a lista de discos que não precisam ser ouvidos pra passar o recado. Veja alguns deste aqui abaixo:

Mais que mil palavrasO genial, e nada sutil, recado de Bezerra da Silva no mais politizado álbum de sua esticada carreira

Mais que mil palavrasEm 1969, quando a palavra de ordem entre artistas era a paz, Eric Burdon (ex The Animals) monta uma banda multi-étnica e a chama de War (guerra)

Mais que mil palavrasDe quando João Gordo corria contra a corrente


Mais que mil palavrasFela Kuti foi preso por engolir um baseado plantado pela polícia. Fraudou o exame com as fezes de um colega de cela e saiu limpo, mas o custo do processo rendeu o nome do disco “merda cara”


Mais que mil palavrasNão apenas esse, mas quase todos os discos e músicas do RATM levantam o punho contra algo


Mais que mil palavrasUm disco com letras apocalípticas sobre uma sociedade em declínio carrega o primeiro grande êxito do Metallica, a balada-metal “One”


Mais que mil palavrasThe Roots é uma banda de hip-hop capaz de contemplar as raízes negras e o futuro do rap


Mais que mil palavrasSempre com capas provocativas, Willie é um dos responsáveis pela força mundial da Salsa


Mais que mil palavrasA frase “I am somebody”, de Jesse Jackson (à esq. na capa), virou hino do orgulho negro americano e inspirou inúmeras coletâneas como esta


Mais que mil palavrasRaio X detém o hit “Homem na Estrada” que é provavelmente o melhor sample, já feito, da MPB


Mais que mil palavras“There’s a riot going on do Sly” é uma resposta ao disco “What’s” going on do Marvin Gaye. A capa foi trocada posteriormente por uma foto da banda


Mais que mil palavrasDisco de estréia de um projeto social (20 músicos de 12 a 21 anos) que virou banda e regravou clássicos do rock com devoção ao soul


Mais que mil palavrasA ópera-rock sobre o anti-herói americano Jesus of Suburbia, de 2004, vendeu 15 milhões e acaba de virar musical da “Broadway”


Mais que mil palavras14Coletânea da melhor fase de Santana, maior difusor da música latina no rock internacional


Mais que mil palavras15A triste realidade da sociedade negra e branca ilustra a capa do disco de Curtis Mayfield e as letras que se revezam entre o protesto e o amor


Mais que mil palavras16Revoltas sul-africanas e a morte de Mao Tse-Tung empurraram esses dois gigantes a novas direções da realidade, musical e ideológica


Mais que mil palavras17O nome desse disco “Desastres da cirurgia plástica” é a prova de que o punk político dos Kennedys se manifestava através da sátira

Fonte: da redação da Revista Trip.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: