Trânsito neurótico, cidade nervosa


Trânsito neurótico, cidade nervosaEntão chega até nosso município o grande problema idêntico das grandes metrópoles mundiais, trânsito. Já a um bom tempo estamos presenciando e nos atrasando em meio as grandes filas de veículos que compreende toda a rodovia que liga o município de Ilhota até Blumenau, sendo neste meio, o trajeto pela nossa cidade.

Bom a situação é preocupante, pois o número de veículos é cada vez maior, e o de motoristas também aumenta proporcionalmente, fatores estes que levarão a ter mais veículos transitando pela cidade. Mas não vamos ser pessimistas, esperamos e com muita veemência, que esteja sendo elaborado idéias para supostas soluções aos engarrafamentos, e que as devidas alternativas e posições estejam sendo tomadas, e qualquer solução que possa ser apresentada saibamos que deverá levar tempo para ser concretizada.

Trânsito neuróticoCom mais trânsito aumenta-se o número de acidentes também, e nisso atuamos em conjunto, tanto motoristas, motociclistas, pedestre, ciclistas e qualquer pessoa que esteja fazendo qualquer trajeto pelas ruas da cidade, principalmente durante as 16 até às 19 horas, onde se aloja o tráfego mais preocupante.

Soluções rápidas! Bem, compreensão, calma, fugir do estresse que isto pode estar ocasionado, talvez se tivermos mais malabaristas e outros artistas de rua para promoverem entretenimento, talvez chamarmos atores para declamar monólogos de Shakespeare enquanto esperamos no trânsito, aumentar o volume do rádio, a criação de programas humorísticos pelas rádios durante este horário de maior intensidade, ouvir as notícias, escutar música e eu sugiro Beethoven, mas cada um é cada um e respeito isso, ou levarmos alguém junto, para conversarmos e não ficarmos tão presos a esta dependência do tráfego, mas esperamos realmente uma solução para este problema onde tanto o grande número de carros e as obras na rodovia que são necessárias, aumentam esta estatística rotineira  em nosso município.

Praça da Paz CelestialConscientização e paciência, estes são alguns remédios para suportarmos esse nosso problema contemporâneo, se for por demais estressante, analgésicos e calmantes para nossa dor de cabeça do nosso transtorno urbano.

A ironia da ocasião pode nos fornecer este tipo de sátira, mas realmente o tráfego intenso é um problema e todos nós podemos contribuir para melhorar e achar soluções cabíveis para este quadro agravante, enquanto isso vamos tentando relaxar, pois não queremos ninguém perdendo o controle perante a situação como em “Um dia de fúria”, filme com Michael Douglas e Robert Duvall dirigido por Joel Schumacher, onde o protagonista se altera em relação ao trânsito caótico, mas não cabe aqui este tipo de análise, este problema é sério e predomina não só aqui como em muitos estados catarinenses, brasileiros, e no mundo todo, é um problema de parâmetro mundial, um dos grandes maus do nosso século, junto com os desentendimentos conjugais, a taxa de impostos e os serviços de atendimento de telefonia, mas para nós o trânsito ganha disparado.

Escrito por Thiago Luis de Souza. Naga é membro Clube do Rock, sendo diretor financeiro, um dos organizadores do Ilhota Rock Festival e autor de vários artigos publicados no blog Ilhota Rock sua coluna pode ser acessada pelo link https://ilhotarockfestival.wordpress.com/category/coluna-do-naga/.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: