O quê nos fica da copa


Melson Mandela

Se há uma coisa muito importante ensinada ao povo e ao mundo pelo ex-presidente Nelson Mandela, é que o mundo pode ser unido através do esporte. O que dizer da copa do mundo, onde todos os países possuem a oportunidade de usufruir de uma convenção mundial, entre raças, credos e políticas.

Esquecemos todo o lado comercial e as questões financeiras e vamos tentar poetizar a mensagem que a copa deixa é uma união mútua de vários povos, e sendo na África do Sul, reflete o sentimento da história de anos de preconceito racial, sendo uma parte quebrada em 1995 na copa do mundo de Rugby pelo mesmo Mandela.

Um simples jogo consegue juntar milhões de pessoas com um único desejo e objetivo, comemorar um lance de gol, a vitória, e o confronto em si. É certo que temos as desavenças, as brigas, tumultos, injustiças de juízes, mas temos algo que pode ser maior que tudo isso, vermos, pelo menos nesta copa, africanos juntos aos povos do mundo inteiro, em uma única festa.

Se formos levar em conta os investimentos no país, o capital aplicado e toda a questão financeira do grande negócio que é uma copa do mundo proporciona, teremos a mera estatística dos números, mas que são muito pequenas e de fato irrelevantes se compararmos com a importância da união dos povos, de grandes atletas sendo respeitados, aplaudidos, e tudo fazendo parte desta grande festa.

Tomara que sejamos tão receptíveis assim também, quando todo este pessoal vier para cá, daqui a 4 anos, e que demonstremos talvez, mais carisma e cordialidade para o mundo inteiro e que assim como este grande líder e ser humano que é Mandela, consigamos unir também nossas desavenças através do esporte.

A copa acabou

O nervosismo passou

Quando o mundo parou

E seu campeão se declarou.

Nossos heróis voltaram

Do lamento que deixaram

Mas hão de se reerguer

Para seus orgulhos e nosso prazer.

Lá, no país de Mandela

Contemplou-se o grande palco

Da história, do esporte, e da vuvuzela.

Falo por brasileiros, como também sou

E daqui a alguns anos

Somos nós aqui, que gritaremos o grito de gol!

Escrito por Thiago Luis de Souza. Naga é membro Clube do Rock, sendo diretor financeiro e um dos organizadores do Ilhota Rock Festival.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: