Zé Ramalho canta Jackson do Pandeiro


Zé Ramalho canta Jackson do Pandeiro

Não creio que seja necessário comentar sobre a importância de Zé Ramalho na música brasileira. Desde o início dos anos 70 ele vem misturando em suas músicas suas origens nordestinas e suas influências de outros cantos do mundo. Dono de grandes clássicos da MPB, nos últimos anos o artista paraibano vem apostando em regravações e homenagens aos artistas que de algum modo o influenciaram.

Desde o ano 2000 Zé lançou nove discos de estúdio, sendo que sete deles são de regravações. Ao mesmo tempo que é interessante ouvir o vozeirão de Zé Ramalho interpretando canções de outros artistas, também há um vazio pela falta de suas composições que muitas vezes transitam por trilhas místicas e históricas. Será falta de inspiração?

De todo modo, depois de homenagear Raul Seixas, Bob Dylan e Luiz Gonzaga, dessa vez o homenageado é outro importante nome da música produzida no nordeste brasileiro: José Gomes Filho, ou melhor, Jackson do Pandeiro.

Zé reuniu em 12 faixas algumas das canções mais marcantes da carreira de Jackson do Pandeiro. São xotes, baiões, xaxados e forrós marcantes e animados. Metade do álbum traz gravações inéditas até então (“Lamento Cego”, “Quadro-Negro”, “Cabeça Feita”, “Lá Vai a Boiada”, “Forró de Surubim” e “Gafieira”). As outras seis foram fonogramas tirados de outros discos.

As gravações trazem convidados especiais. O sanfoneiro Sivuca dá sua contribuição em “Canto da Ema”, em gravação feita originalmente em 1994. Dominguinhos também colabora em “Forró de Surubim”, gravada em 2005 e inédita até agora. Zé Ramalho divide os vocais com o sanfoneiro Waldonys no clássico “Chiclete com Banana”.

As duas primeiras músicas do disco, “Lamento Cego” e “Ele Disse” são mais contidas musicalmente, mas toda a animação que deu à Jackson o título de ‘Rei do Ritmo’ começa a aflorar em “Forró de Surubim”, chegando ao ápice na já citada “Canto da Ema”.

Este álbum tem o mérito de trazer à tona canções importantes do cancioneiro nordestino um tanto esquecidas atualmente e por prestar homenagem ao Rei do Ritmo. Mas seria bom se Zé Ramalho voltasse a apostar em suas próprias canções.

Álbum: Zé Ramalho Canta Jackson do Pandeiro.

  1. Lamento Cego.
  2. Ele Disse.
  3. Forró de Surubim.
  4. Forró na Gafieira.
  5. O Canto da Ema.
  6. Sebastiana / Um a Um / Chiclete com Banana.
  7. Chiclete com Banana (com Waldonys).
  8. Cantiga do Sapo.
  9. Casaca de Couro.
  10. Quadro Negro.
  11. Cabeça Feita.
  12. Lá Vai Boiada.
  • Selo: Discobertas.

Fonte: Eduardo Guimarães, da redação TDM.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: