A criatividade como ofício e a loucura como um, porém! O cinema de Spike Jonze


Spike Jonze

Da maluca e criativa proposta de “Quero Ser Jonh Malkovich”, das crises e manias psicóticas do roteirista em “Adaptação” e ao ilúdico imaginativo do mundo infantil no novo “Onde Vivem os Monstros”. É neste ritmo que vai o nível de criação de um dos diretores de cinema mais inventivos e diversificado da década de 90, Spike Jonze, que começou na direção de videoclipes musicais, videos de skate, propagandas de TV, e depois partiu para a grande massa, o cinema.

Quero ser John MalkovichTodos os seus vídeos são marcados por técnicas diferentes, desde o uso da parte técnica de filmagem, como nas inovações de roteiro e histórias mais ilógicas, junto com um de seus colaboradores, o roteirista Charlie Kaufmann de “Quero Ser John Malkovich”, “Adaptação”, “A Natureza Quase Humana”, “Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças”, Confissões De Uma Mente Perigosa, e o recente que também dirige “Sinedóque Nova York”, criaram os filmes mais inovadores dos últimos tempos. Spike Jonze dirigiu dois dos roteiros escritos por Kaufmann, que sugeriam uma quebra no padrão convencional de filmes, com a loucura intelectual de Kaufmann e as maluquices criativas de Jonze, surgiram os filmes mais bacanas dos anos 90.

Jonze é um dos criadores da série JackAss, aqueles caras que sempre procuram formas de se machucarem, Jonze é responsável pelos quadros mais interativos e engraçados, como no filme em que participa vestido de velho andando desgovernado pela cidade em uma cadeira motorizada.

Contando com todos os artifícios de Hollywood, consegue implementar sempre sua criatividade na tela, algo bem visualizado em seus primeiros trabalhos com videoclipes, um grande exemplo é o clipe de “Sabotage” dos Beastie Boys, uma grande montagem de sátira das séries policiais dos anos 70, agilidade e domínio, fazendo um dos clipes mais bem feitos até hoje, junto deles ainda foi feito o clipe das músicas Sure Shot, divertido e ágil também. Outros artistas que tiveram sua criatividade em ação foram Björk, R.E.M, Daft Punk, Chemical Brothers, Fatboy Slim, Sonic Youth, entre outros.

Spike JonzeCom idéias simples, mas com tacadas de extrema criatividade, fazem de Jonze um diretor único, que também atua dentro de suas maluquices, como no filme “Três Reis”, ao lado de George Clonney, Mark Wahlberg e Ice Cube, no filme dirigido por David O. Russel. Sempre chamou a atenção por seu trabalho, como nas propagandas comerciais, todas com o humor maluco e divergente, e também nos clipes de FatboySlim, sendo um deles com Christopher Walken sobrevoando dentro de uma mansão, ou a música “Praise You”, onde dançarinos inventam uma coreografia em meio a rua, com Jonze ao meio deles.

“Quero Ser John Malkovich” foi sua estréia na direção de filmes, e já de primeira mostra ao que veio, com um dos filmes mais inovadores dos últimos tempos, onde pessoas que trabalham em um escritório que fica no meio entre dois andares, acham um portal para dentro da cabeça do ator John Malkovich. John Cusack interpreta um manipulador de marionetes que fica fascinado com a idéia, artista descrente de sua arte que vê na manipulação da mente do ator, uma forma de se recriar como o artista que deseja ser, a viagem sempre dura alguns minutos, e acaba com a pessoa sendo jogada na beira de uma estrada federal, Cusack acha um meio de manipular, como sendo controlador de marionetes, e fica como o possuidor do corpo e mente de John Malkovich.

Adaptação“Adaptação” seu segundo filme, é uma obra pessoal sobre o roteirista Charlie Kaufmann, que cria o personagem como sendo ele mesmo, interpretado por Nicolas Cage, e ainda inventa um irmão gêmeo para si mesmo para fazer o contraponto do personagem. O filme transcorre sobre a adaptação de um livro sobre orquídeas para o cinema, onde abre espaço para um dos personagens mais marcantes da filmografia de Spike Jonze, Laroche, interpretado por Chris Cooper, vencedor do Oscar pelo papel. O filme é extravagante e ilógico, e a cena do acidente de carro está entre as mais bem feitas e transgressoras do cinema até hoje.

Em seu último filme, o recente “Onde Vivem Os Monstros”, Jonze adapta um livro de cultura infantil e o transforma em um filme totalmente novo, novamente ilógico e ilúdico, uma grande metáfora louca e enrustida sobre o mundo imaginário da criança, e também de todos nós que assistimos.

Spike Jonze já foi casado com Sofia Coppola, que participou de um de seus clipes da música “Eletrobank” do grupo Chemical Brothers, ela filha do outro Coppola, prima de Nicolas Cage, que também se chama Coppola, e é um dos mais criativos diretores da atualidade, junto com os outros malucos Michel Gondry e Wes Anderson, formam os diretores de filmes diferenciados da nossa década.

Filmografia de Spike Jonze

Televisão

  • Jackass (criador, produtor executivo) (2000).
  • Sonic Youth Video Dose (ator) (2004).

Vídeos musicais (listados em ordem alfabética).

Escrito por Thiago Luis de Souza. Naga é membro Clube do Rock, sendo diretor financeiro, um dos organizadores do Ilhota Rock Festival e autor de vários artigos publicados no blog Ilhota Rock sua coluna pode ser acessada pelo link http://ilhotarockfestival.wordpress.com/category/coluna-do-naga/.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 458 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: